14 de abril de 2011

Garoto da pracinha

Há tempos, eu o admirava de longe. A tristeza no seu olhar e o brilho do seu sorriso, enfeitiçavam-me de uma forma inexplicável. Nunca soube seu nome, tão pouco de onde veio; e ficar sem saber era algo indolor ao meu coração.
Seu jeito sossegado, com o fone no ouvido escutando sei lá o quê, atraia por inteiro a minha atenção.
Ele era tímido. Pelo menos é o que deu para perceber através dos seus " Bom dia ", quase que sussurrados.
Se ao menos soubesse o quanto sua presença naquela pracinha, enchia meus sábados de vigor. Se soubesse o quanto seu jeito despreocupado e desatento deixavam-me de pernas bambas, talvez tentasse se aproximar. Não sei, nem pretendo arriscar. 
Deixo esse sentimento ficar subentendido ao coração, que devido a tanta teimosia do mesmo, sempre colocá-me em situações em que nem consigo distinguir o que sinto.
Volta e meia, encontro-me novamente numa manhã de sábado, sentada na pracinha à espera daquele mesmo carinha, que no entanto, possa ter alguém para amar.







" Não fiquei satisfeita com texto, mas foi o que a criatividade permitiu postar. Breve voltarei com textos melhores. Um beijo . "

8 comentários:

  1. adorei seu blog
    muito bom seus seus textos
    tá de parabéns
    bjs

    ResponderExcluir
  2. vou te seguir, se der me segue tbm
    bjs

    ResponderExcluir
  3. Awn Luana, está muito bom.
    É quase um amor platonico né?
    Muito lindo o texto, simples mas cheio de sentimentos.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo e muito bom de ler. Parabéns pela postagem e pelo blog m geral. Beijos amor.

    http://rememberthesunshine.blogspot.com/2011/04/im-just-going-to-be-happy.html

    ResponderExcluir
  5. Esses amores de pracinha são sempre fofos.

    ResponderExcluir
  6. De uma simplicidade e linda doçura.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. lindo lindo lindo.
    Muito doce teu texto flor.
    Parabéns.

    ResponderExcluir

Espero que sintam-se à vontade para aqui, esconder sua opinião, critícas e elogios (caso os tenham).
Peço-lhe apenas que antes de qualquer palavra à digitar, leiam o texto e o entenda.
Desde já, agradeço-lhes.
Um beijo enoorme !